terça-feira, 24 de setembro de 2013

Elysium (anotações)

(ANOTAÇÕES DO CINEMA)

- Locação fantástica e original (Elysium).

- Ponto de partida interessante.

- Trilha lembra A Origem.

- Mesmo com Elysium, Terra nunca seria inteira uma favela. Bilhões de pessoas não podem ser todas incapazes. Ele poderia subir de nível social aqui mesmo (se Terra virou uma ditadura, então o problema é outro - ele precisa lutar pela liberdade, não pra invadir Elysium). 

- Se cápsulas médicas são tão comuns que todos as têm em casa em Elysium, haveriam várias na Terra tb. Seria lucrativo pra empresa que fabrica.

- Filme quer fazer Jodie de vilã por explodir naves mas temos que admitir que ela não está errada. Elysium até onde sabemos é propriedade privada. Eles foram avisados que seriam atacados caso tentassem invadir.

- Filme anti-polícia, anti-patrão, anti qualquer figura de autoridade. Homem é retratado como vítima.

- Desejo ingênuo de acreditar que ricos e bem sucedidos são menos humanos e não respeitam a vida. Os homens "pequenos" por outro lado são compassivos, brincam com crianças e têm senso de humor (e são mais sexy).

- Prazo de 5 dias pra Damon morrer não faz sentido.


- Damon precisava mesmo virar um ciborgue?? Mal explicado. Por dentro ele continuaria fraco e doente mesmo com o novo esqueleto.

- Projeção não muito inteligente de uma situação impossível que não serve como metáfora pra qq situação que exista na realidade. Filme é apenas uma expressão de ódio contra os "privilegiados".

- Será que Elysium foi construída com dinheiro de impostos? Ideologia imoral. Uma pessoa honesta nunca agiria como Damon.

- A Terra não está superpopulada? Como Damon pretende tornar bilhões de pessoas cidadãs de Elysium?

- Se suicidar pra salvar os outros - heroísmo segundo a moralidade cristã.

CONCLUSÃO: interessante e razoavelmente original como ficção/filme de ação, mas ideologicamente discordo de tudo.

FILMES PARECIDOS: Looper, O Preço do Amanhã, Os Agentes do Destino, Distrito 9.

NOTA: 6.0


Sent from my iPhone

Um comentário:

Anônimo disse...

Interessante isso que vc disse de heroísmo segundo moralidade cristã. Nunca pensei e faz todo o sentido. Muito bom esse ponto de vista seu.