segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Sob a Pele

- Não dá pra entender sobre o que será o filme, mas a direção e o uso do som são muito interessantes... faz você olhar cenas do dia a dia como se fosse um extraterrestre.

- SPOILER: Muito interessante o começo - Scarlett "caçando" homens pelas ruas. A performance dela é muito boa. Bizarro os homens sendo engolidos pelo piso preto!!!! O que isso significa??? Chocante a cena dela dando a pedrada na cabeça do mergulhador e abandonando o bebê sozinho.

- Muito bom o efeito especial do cara sendo sugado pra fora da própria pele.

- Depois de uns 40 minutos o filme começa a cansar e a ficar repetitivo. No começo dava a impressão que em algum momento o filme ganharia algum sentido, um propósito (como em 2001 que no começo você não entende nada, mas aos poucos vai ficando claro o tema do filme), mas agora parece que ele será apenas um exercício de estilo sem história e sem nenhum conteúdo palpável. Desintegração.

CONCLUSÃO: Exercício interessante de estilo e atmosfera que parece querer dizer algo sobre solidão e alienação, mas acaba não o fazendo. Teria funcionado melhor como um curta ou como um videoclipe.

(Under the Skin / Reino Unido, EUA, Suíça / 2013 / Jonathan Glazer)

FILMES PARECIDOS: Holy Motors / Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas

NOTA: 2.5

8 comentários:

TiffanyNoelli9 disse...

Eu vi esse filme e por mais louco q ele seja o final é bem óbvio do que o ser humano é capaz de fazer sempre.

Caio Amaral disse...

Vc diz, o lance do cara colocar fogo? Eu não tinha ideia de como ia acabar, haha..

Anônimo disse...

Bah! Compadre Caio, se tem um filme que eu queria que tu fizesses uns comentários bem sinceros é "Deus não está morto". Tchê, queria muito ver a sua opinião de verdade.

Caio Amaral disse...

Ah esse tem no Netflix.. vou colocar na minha lista...!

Caio Amaral disse...

Já assisti.. to pensando se devo postar meus comentários...!!

Anônimo disse...

Chê, é por isso que quero saber seus comentários. A julgar pelo que fora dito no blog algumas vezes dá para ter uma idéia do que tu pensas. Tu não esqueces de avisar no título que pode ser ofensivo a alguns (ou não quem sabe o que achou)...

Anônimo disse...

No final pensei: "Será que o tempo todo este filme era um merchan da banda?"

Caio Amaral disse...

Hahaha... Vou postar no comecinho da noite então!