sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

A Grande Aposta

NOTAS DA SESSÃO:

- A história não é contada adequadamente pra quem não entende de bancos, mercado financeiro, etc. (eu por exemplo). No máximo ela pode ser vista de maneira vaga como a história de uns caras que estavam certos e previram a crise antes de todo mundo, mas não há como aproveitar o filme cena a cena, pois ele é basicamente formado de diálogos e não conhecemos bem os termos técnicos.

- A produção não me agrada visualmente. A fotografia parece desleixada e a edição caótica atrapalha a compreensão dos diálogos.

- A ideia da Margot Robbie na banheira é boba e mais distrai do que esclarece qualquer coisa. O diretor parece estar tentando imitar cineastas irreverentes como Scorsese ou Guy Ritchie, mas o estilo aqui parece forçado, de segunda mão. O humor serve apenas pra ridicularizar os protagonistas e o universo de Wall Street.

- Alerta Vermelho: o filme ataca o dinheiro e faz o espectador pensar que o colapso foi culpa do "livre mercado" da época. Não é à toa que o socialista Bernie Sanders gostou do filme. Outros detalhes também demonstram essa antipatia pelo capitalismo: imagens irônicas de artistas pop, fast-food, Las Vegas, etc.

- Há certo interesse na trama pois ela foca em pessoas que podem se dar muito bem com a crise. Ainda assim, não consigo torcer demais pelos personagens e admirar a profissão deles. O Christian Bale pelo menos tem um ar de visionário que é atraente.

- Um problema básico do roteiro é que não sabemos claramente o que está em jogo. Eles falam em milhões, bilhões de dólares, mas é tudo muito relativo - não sabemos o que cada personagem individualmente tem a ganhar ou a perder. Se eles estiverem certos, quanto ganharão especificamente? Se estiverem errados, quais as piores consequências? A história é mal contada. Só temos uma dimensão das coisas pelas reações dos atores.

CONCLUSÃO: Vagamente interessante como a história de um cara que enxergou a crise antes de todo mundo - mas como cinema é fraco, e a análise que o filme faz da crise é tendenciosa e incompleta no mínimo.

The Big Short / EUA / 2015 / Adam McKay

FILMES PARECIDOS: O Lobo de Wall Street / Trapaça / Margin Call - O Dia Antes do Fim / Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme

NOTA: 5.0

11 comentários:

Anônimo disse...

vc excluiu a crítica do filme "a caixa"? assisti pelos elogios, e vim depois aqui ver se concordava e a página sumiu.

Caio Amaral disse...

Oi.. há dezenas de críticas que eu ocultei no blog.. de vez em quando dou uma passeada pelas postagens antigas e acho um ou outro texto que não gosto.. onde não fui muito preciso ou não consegui explicar direito por que gostei ou não de algo, etc. Daí prefiro ocultar pra não confundir as pessoas, hehe.

Anônimo disse...

Falando em críticas antigas, notei que vc parou de comentar a respeito do oscar e dar seus palpites antes da cerimônia e fazer os comentários após. pq vc parou de fazer isso? Eu particularmente acho que o oscar não tem mais relevância e que os especialistas de lá não são tão imparciais.

Anônimo disse...

O Oscar parece mesmo ter perdido relevância e credibilidade. Já não é tão comentado como há alguns anos.

Caio Amaral disse...

Antigamente eu fazia mais postagens assim sobre Oscar.. listas de 10 melhores, etc.. achava que podia atrair leitores, divulgar o blog, etc.. mas já perdi as esperanças de virar alguém minimamente relevante nesse meio, hehe. :-S Mas posso fazer uma postagem do tipo mês que vem quando eu tiver visto os principais indicados.. se vcs acharem interessante.

Eu perdi um pouco do encanto pelo Oscar depois dos anos 2000 mais ou menos... continuo adorando ver a cerimônia todo ano, etc, mas os valores da cultura mudaram... já não espero que eles me 'representem'... vejo mais como uma curiosidade.. um termômetro... que aponta pra que direção a cultura está indo..

Anônimo disse...

Seria muito bom uma postagem assim. Vai ser interessante.

Talvez há alguns anos atrás, a internet não tinha sido completamente disseminada como hoje. Eu descobri o blog quando estava procurando o que era filmes cult, e caí naquela lista dos melhores que você fez. Faz uns 2 anos. E acompanho o blog desde então.

E tem outra ainda, tendo em vista que os seus valores são diferentes do da maioria hoje em dia. É de se esperar que não seja tão popular entre a massa.

Caio Amaral disse...

Ahhh legal... essas listas que eu fiz na época tiveram bastante visualizações e ajudaram a trazer alguns leitores... mas a maioria entrava só pra pegar umas dicas de filmes e nunca mais voltava.. hehe. De fato, eu nunca poderia ter um público enorme tipo um Pablo Villaça.. que está mais em sintonia com os valores da massa... mas ter um pouco mais de visibilidade seria bom ainda.. enfim.. se tiver mais ideias pode falar, abs!

Anônimo disse...

Qual a média de visitas que o blog recebe?

E eu tenho uma sugestão, a minha vida não vai estar completa enquanto você não fizer o review de The Room de 2003 http://www.imdb.com/title/tt0368226/

Acontece que você mencionou idéias. E uma das coisas que eu mais gosto de fazer é ler críticas de filmes ruins, beeeem ruins. Dar risada de especialistas analisando estas pérolas. Pq uma coisa é um leigo assistir, outra é ler a crítica.

Mas só uma sugestão mesmo. Abraços

Caio Amaral disse...

Vish pouca gente conhece meu blog.. eu tb não divulgo fora do meu face.. tenho umas 150 visualizações por dia.. e só uma fração disso interage, retorna, compartilha, etc. AH, eu já ouvi falar nesse The Room mas nunca tive o impulso de ver... Não sei se eu sirvo pra essas postagens cômicas pq sou meio teórico e analítico nas postagens.. não sou de tirar sarro, fazer piada, como alguns críticos, hehe.. mas vou ver se consigo assistir..! :-P

Anônimo disse...

Bernie Sanders quase venceu Hillary Clinton nas primárias de Iowa, ontem. Nesta eleição norte-americana todos os candidatos parecem bastane ruins, mas acho Hillary um pouco mais perigosa, não tanto pela ideologia, mas penso que ela é capaz de rumar para uma guerra nuclear só para mostrar o quanto é durona. Acho que se qualquer outro ganhar, aumentam as chances do mundo durar mais quatro anos, pelo menos.

Caio Amaral disse...

Nossa, nunca ouvi falar isso... que a Hillary tem essas tendências atômicas, kkk... pra mim o Sanders ganhar parecia a pior hipótese possível... nem sei o que é pior.. alguém como ele, oferecendo uma morte lenta e certeira pros EUA... ou alguém que corra o risco de explodir tudo, mas pelo menos tentando acabar com vilões, etc... Acho que entre os dois ainda fico com a Hillary, haha.