quinta-feira, 8 de setembro de 2016

O Homem nas Trevas

NOTAS DA SESSÃO:

- Acho difícil de acreditar nesses filmes com jovens aparentemente saudáveis, bem criados que são bandidos. O que os levou a essa vida? Mas mesmo que faça sentido, não dá pra gente se identificar e torcer pelos protagonistas. O filme tenta criar certa empatia por eles mostrando a menina cuidando da irmã, revelando seus dramas familiares, mas nada disso justifica o fato dela ser uma criminosa. Enquanto os personagens não considerarem que o que eles estão fazendo é imoral, não vai dar pra plateia se colocar no lugar deles.

- "Jump scare" gratuito e idiota: o cachorro pulando na janela do carro.

- A casa do cego não é convincente. Por que todas as lâmpadas funcionam? Por que há porta retratos na casa inteira se ele não pode ver?

- Por que o Alex fica com medo quando descobre que o amigo tem uma arma? Eles já estão assaltando uma casa! Drogaram o dono! O amigo ter uma arma não torna a situação mais criminosa do que já é. Comportamento falso.

- SPOILER: Ridículo o cego conseguir tirar a arma do cara e matá-lo! E a amiga fica parada sem fazer nada? Essa premissa toda é forçada e inacreditável. Por que eles simplesmente não esfaqueiam o cara pelas costas?

- Ao mesmo tempo em que o filme quer retratar o cego como um "super-homem" que sabe de tudo mesmo sem enxergar (sente de longe o cheiro dos tênis, etc), em vários momentos o cego não percebe a presença clara de alguém no ambiente, mesmo com a pessoa fazendo barulho, respirando, etc.

- Já era óbvio que havia mais de 1 assaltante na casa. Por que o cego abre o cofre e expõe todo o dinheiro, sabendo que poderia haver mais gente na casa além do cara que ele matou?

- Não dá pra torcer pelos protagonistas, afinal eles são criminosos sem nenhuma justificativa, e também não dá pra torcer pelo antagonista, que apesar de ser uma vítima, é retratado como um monstro, não como uma pessoa real com a qual a gente possa se identificar. Ou seja, o filme é sobre um grupo de pessoas detestáveis em conflito, não há nada de positivo pra ser apreciado.

- Por que é tão difícil sair dessa casa? Precisam ir pelo porão? E as janelas? E a porta? Não tem chave? Ninguém ouve os tiros e chama a polícia? Ah, claro, o filme explicou que todas as casas da rua estão abandonadas por alguma razão...

- SPOILER: Que história é essa da mulher presa no porão?? Por que ela tem um recorte de jornal explicando a história dela? Como o cara conseguiu prendê-la e fazer isso tudo sendo cego? O filme é um insulto à inteligência da plateia. Nada mais irritante do que um filme burro que tenta se vender como criativo, engenhoso, etc.

- Se as janelas todas tinham grades, como o Alex conseguiu cair pela janela? E se dava pra sair pela janela, por que a menina iria entrar no sistema de ventilação?

- SPOILER: O cego vai fazer uma inseminação artificial na menina??? Por que ele tem reservas de sêmen em casa???

- "Não há nada que um homem não possa fazer quando ele aceita que não há Deus". Claro, a maldade do cego vem do fato dele ser ateu! A estupidez filosófica do filme combina com a estupidez da trama.

- O final todo com o cachorro, etc, nem merece ser comentado.

------------------

CONCLUSÃO: Dirigido com entusiasmo e em certos aspectos divertido, mas uma das histórias mais idiotas que já conheceram as telas.

Don't Breathe / EUA / 2016 / Fede Alvarez

FILMES PARECIDOS: Quando as Luzes se Apagam (2016) / Demônio (2010) / Os Estranhos (2008) / Vôo Noturno (2005)

NOTA: 4.0

5 comentários:

Bianca Smitka Batista disse...

Sua opinião não me valeu. Achei um otimo filme. Irretocavel.

Caio Amaral disse...

Minha intenção não era te convencer de nada. Abs.

Anônimo disse...

pior filme que assisti, a crítica disse tudo

Jose Anchieta disse...

Filme muito bom e a opinião do caio foi muito ruim mesmo

Caio Amaral disse...

Entendo que pra pessoas burras o filme funcione bem..