quinta-feira, 31 de maio de 2012

Os melhores filmes para a família

Uma seleção de filmes clássicos e contemporâneos para crianças, adolescentes e pra toda a família (muitos aqui são pra crianças acima dos 7, 8 anos, por exigirem maior concentração na história).


Em Busca do Ouro (The Gold Rush, 1925)

O filme mais criticamente aclamado de Charlie Chaplin, a história mostra o vagabundo como um explorador de ouro no século 19. Contém a famosa cena onde Chaplin, faminto, janta uma bota.






O Mágico de Oz (The Wizard of Oz, 1939)

Clássico imortal de Victor Fleming sobre a garota Dorothy e seu cão Toto que, durante a passagem de um tornado, são transportados pra terra encantada de Oz. Inclui a canção "Over the Rainbow" e algumas das frases e personagens mais celebrados do cinema.





Agora Seremos Felizes (Meet Me in St. Louis, 1944)

Algumas das melhores canções de Judy Garland estão nesse musical alegre e nostálgico dirigido por Vicente Minnelli (com quem Judy iria se casar) sobre uma família de St. Louis na virada do século. Se tornou o maior sucesso da MGM na época, atrás apenas de E o Vento Levou.




A Felicidade Não Se Compra (It's a Wonderful Life, 1946)

Dirigido por Frank Capra, esse clássico popular e sentimental conta a história de um homem comum à beira do suicídio que é salvo por um anjo e irá descobrir o valor de sua vida.






Meu Melhor Companheiro (Old Yeller, 1957)

Filme da Disney que já partiu o coração de milhões de pessoas e fala sobre o amor de um garoto por seu cão.






Mary Poppins (1964)

Sucesso musical da Disney que combina filme com animação e deu o Oscar de Melhor Atriz pra Julie Andrews, em sua estréia no cinema, como a babá excêntrica e com poderes mágicos que desce das nuvens em seu guarda-chuva pra transformar a rotina de uma família londrina.




A Noviça Rebelde (The Sound of Music, 1965)

Adaptação do musical da Broadway de Rodgers e Hammerstein, o filme conta a história real de Maria von Trapp, a noviça inquieta que é enviada pra ser governanta de 7 crianças numa mansão austríaca durante a ocupação nazista. Venceu 5 Oscars incluindo Melhor Filme e substituiu E o Vento Levou como a maior bilheteria de todos os tempos. A trilha sonora é composta de clássicos como "The Sound of Music", "Edelweiss", "My Favorite Things", "Do-Re-Mi", "Sixteen Going on Seventeen" e "Climb Ev'ry Mountain".


Guerra nas Estrelas (Star Wars, 1977) e suas 2 sequências (1980, 1983)

Primeiro episódio da saga criada por George Lucas. A aventura de ficção-científica mostra Luke Skywalker e seus amigos numa batalha épica contra as forças do mal, na missão de salvar a princesa Leia das mãos de Darth Vader. O filme foi uma revolução nos efeitos especiais, quebrou vários recordes e iniciou um culto que continua ganhando forças até hoje.



Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind, 1977)

Aventura mágica de Steven Spielberg que, ao contrário dos filmes do gênero anteriores a ele, faz um retrato benevolente e otimista dos extraterrestres. A história mostra um pai de família que vê luzes misteriosas no céu e passa a ficar obcecado com um misterioso formato de cone que ele enxerga em todos os cantos. Foi indicado a 8 Oscars.



Superman - O Filme (Superman, 1978)

Dirigido por Richard Donner, foi a primeira grande adaptação de uma história em quadrinhos e abriu portas para o gênero que domina os cinemas hoje. Com Christopher Reeve, Margot Kidder, Marlon Brando e Gene Hackman.





Os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark, 1981) e as sequências (1984, 1989, 2008)

Criado por George Lucas e dirigido por Steven Spielberg, o filme  apresenta Harrison Ford como Indiana Jones, o professor e arqueólogo aventureiro em busca de tesouros sobrenaturais. A aventura de ação non-stop foi inspirada nos seriados cinematográficos dos anos 30 e 40 e deu origem a uma das séries mais bem sucedidas do cinema.



E.T. - O Extraterrestre (E.T.: The Extra-Terrestrial, 1982)

Henry Thomas e Drew Barrymore estrelam o clássico de Spielberg sobre o alien bondoso e com poderes mágicos que é deixado pra trás na Terra e precisa voltar pra sua casa. Foi um fenômeno cultural no início dos anos 80 e teve 9 indicações ao Oscars. Contém a imagem icônica da bicicleta voando em frente à lua, além da trilha sonora poderosa de John Williams (pessoalmente, é o meu filme favorito).



Poltergeist - O Fenômeno (Poltergeist, 1982)

Pra ser "família" um filme não precisa necessariamente ser leve e inofensivo. Essa história de fantasmas dirigida por Tobe Hooper (O Massacre da Serra Elétrica) pode ser um pouco forte pra crianças menores, mas é um entretenimento de primeira que trás o medo pra dentro de casa, transformando coisas familiares (como uma TV, um guarda-roupa, um boneco, uma árvore) em objetos aterrorizantes.



Férias Frustradas (Vacation, 1983) e a parte 3 (1989)

Escrito por John Hughes, a comédia mostra a viagem da família Griswold ao parque temático Walley World na Califórnia. Apesar de ficar do outro lado do país, o pai Clark Griswold (Chevy Chase) insiste em ir de carro pra passar mais tempo com a família, resultando numa série de tragédias - inclusive o fato do parque estar fechado para reformas. A parte 3, Férias Frustradas de Natal, também vale a pena.



Uma História de Natal (A Christmas Story, 1983)

Clássico natalino dirigido por Bob Clark sobre o garoto Ralph que sonha em ganhar uma espingarda de chumbinho de presente, mas seus pais vivem negando e dizendo que ele irá "atirar no próprio olho". Frequentemente votado nos EUA como o melhor filme de Natal.



 A História Sem Fim (The NeverEnding Story, 1984)

Fantasia épica baseada no livro de Michael Ende e dirigida por Wolfgang Petersen (Das Boot). Bastian é um garoto quieto que sofre bullying na escola até que recebe um livro misterioso de um vendedor. Ao ler o livro, realidade e ficção começam a se misturar, e Bastian embarca numa jornada pelo mundo de "Fantasia".





De Volta para o Futuro (Back to the Future, 1985) e as sequências (1989, 1990)

Aventura engenhosa de viagem no tempo sobre o garoto Marty McFly que volta acidentalmente pra 1955 na máquina do tempo inventada pelo seu amigo (e cientista maluco) Dr. Brown, e acaba atrapalhando o primeiro encontro de seus pais, ameaçando sua própria existência. Considerado um dos melhores filmes adolescentes dos anos 80, foi indicado a 4 Oscars e deu origem a uma das trilogias mais populares do cinema.



Os Caça-Fantasmas (Ghostbusters, 1986)

Comédia sobrenatural estrelada por Bill Murray, Dan Aykroyd e Sigourney Weaver, sobre 3 estudantes de parapsicologia frustrados que resolvem abrir uma empresa especializada em casos de aparições de fantasmas. Eleita a 28ª melhor comédia americana pelo AFI.





Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller's Day Off, 1986)

Escrito e dirigido por John Hughes (o mestre dos filmes adolescentes dos anos 80), a comédia acompanha Ferris (Matthew Broderick), seu melhor amigo e sua namorada, que resolvem matar aula pra passar o dia se divertindo em Chicago.






Corra que a Polícia Vem Aí (The Naked Gun: From the Files of Police Squad!, 1988) e as sequências (1991, 1994)

Baseado na série de TV Police Squad!, a comédia mostra as aventuras do personagem criado por Leslie Nielsen, o policial atrapalhado Frank Drebin, que precisa impedir o assassinato da Rainha Elizabeth II durante um jogo de baseball. Dos mesmos criadores de Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu!.



Querida, Encolhi as Crianças (1989) e a parte 2 (1992)

Comédia lançada pela Disney sobre um inventor (Rick Moranis) que acidentalmente encolhe os seus filhos (e os do vizinho) para um tamanho de apenas alguns milímetros e os joga no quintal de casa junto com o lixo.





Esqueceram de Mim (1990) e a parte 2 (1992)

Escrito e produzido por John Hughes e dirigido por Chris Columbus (dos primeiros Harry Potter) a comédia é estrelada por Macaulay Culkin como Kevin McCallister, um garoto de 8 anos que é esquecido por sua família (que vai passar o Natal na França) e é perseguido por 2 ladrões que querem assaltar sua casa. Foi o maior sucesso de 1990 e tornou Culkin o herói de uma geração.



Hook - A Volta do Capitão Gancho (Hook, 1991)

Fantasia de Steven Spielberg que serve como uma sequência pras aventuras originais de Peter Pan, mostrando o que aconteceria se Peter ficasse adulto e esquecesse de sua infância. Recebido com certo cinismo pela crítica (que queria ver Spielberg "amadurecer") o filme foi sucesso de público mesmo assim e recebeu 5 indicações ao Oscar.



Mudança de Hábito (Sister Act, 1992) e a parte 2 (1993)

Comédia sobre a cantora de cassino Deloris van Cartier que testemunha um assassinato e é escondida pela polícia dentro de um convento, pra protegê-la dos criminosos. Disfarçada de freira, Deloris aproveita seus dons musicais pra dar uma "renovada" no coral da igreja.




Jurassic Park - Parque dos Dinossauros (Jurassic Park, 1993) e a parte 2 (1997)

Aventura de ficção-científica de Steven Spielberg baseada no livro de Michael Crichton que foi um marco nos efeitos de computação gráfica. O filme se passa na ilha fictícia de Nublar, próxima a Costa Rica, onde um investidor bilionário e um grupo de engenheiros genéticos conseguem clonar dinossauros e criar um parque temático - até que as coisas saem fora do controle. Ultrapassou E.T. se tornando a maior bilheteria de todos os tempos (só seria superado 4 anos depois por Titanic).



Uma Babá Quase Perfeita (Mrs. Doubtfire, 1993)

Robin Williams estrela essa comédia que ganhou o Oscar de Melhor Maquiagem sobre um pai divorciado que se disfarça de babá e vai trabalhar na casa de sua ex-mulher, visando participar mais da vida de seus filhos.






Riquinho (Richie Rich, 1994)

Último filme de Macaulay Culkin como astro infantil, o filme não foi sucesso de crítica mas ainda assim foi popular entre as crianças, que se encantavam com a vida do menino mais rico do mundo e sua mansão que incluía uma montanha russa particular, um McDonald's e aulas de ginástica com a Claudia Schiffer!




OUTROS ÓTIMOS FILMES PARA A FAMÍLIA:

- Cantando na Chuva (Singin' in the Rain, 1952)
- Apertem os Cintos... O Piloto Sumiu (Airplane!, 1980)
- Karatê Kid - A Hora da Verdade (The Karate Kid, 1984)
- Os Goonies (1985)
- Quero Ser Grande (Big, 1988)
- Jumanji (1995)
- Twister (1996)

PÓS ANO 2000:

- A Fantástica Fábrica de Chocolate (Charlie and the Chocolate Factory, 2005)
- High School Musical (trilogia, 2006, 2007, 2008)
- Hairspray - Em Busca da Fama (Hairspray, 2007)
- Encantada (Enchanted, 2007)
- Karate Kid (The Karate Kid, 2010)
- Meu Malvado Favorito (Despicable Me, 2010)
- Snoopy & Charlie Brown: Peanuts, o Filme (The Peanuts Movie, 2015)
- Mogli: O Menino Lobo (The Jungle Book, 2016)
- A Bela e a Fera (Beauty and the Beast, 2017)


SELEÇÃO DE ANIMAÇÕES DA DISNEY


Claro que nenhuma lista do gênero poderia deixar de fora os clássicos da Disney, que dispensam qualquer indicação:

Branca de Neve e os Sete Anões (1937)
Pinóquio (1940)
Fantasia (1940)

Dumbo (1941)
Bambi (1942)
Cinderela (1950)
Alice no País das Maravilhas (1951)
Peter Pan (1953)
A Dama e o Vagabundo (1955)
A Bela Adormecida (1959)
A Pequena Sereia (1989)
A Bela e a Fera (1991)
Aladdin (1992)
O Rei Leão (1994)
Up - Altas Aventuras (2009)
Moana (2016)



CONFIRA OUTRAS LISTAS:

Os melhores filmes de terror
Os melhores filmes de comédia
Os melhores filmes românticos
Os melhores filmes de ficção-científica
Os melhores piores filmes
Os melhores filmes de suspense
Os melhores musicais do cinema
Os melhores filmes cult
Os melhores filmes brasileiros
Os melhores filmes de natal
Os melhores filmes gays
Os melhores filmes para a família
100 Grandes Filmes
Os Piores Filmes
Netflix - Os Melhores Filmes

5 comentários:

Maiara Maria disse...

Excelente post! Dos 30 filmes citados (com imagem), assisti 26! Muito bem elaborada. Parabéns!
Sempre acompanhando seu blog ;)

Caio Amaral disse...

Valeu Maiara!! Também pretendo atualizar e exapandir as outras listas em breve. Bjs!

Stella disse...

Adoro sua lista de filmes para a família! É nota 10!

Stella disse...

Dá vontade de assistir todos de novo! Não fossem os novos filmes sempre aparecendo nas locadoras...

Caio Amaral disse...

Tks Stella! Procuro estar sempre revendo esses filmes, até porque estamos numa época em que entretenimento familiar desse tipo (e desse nível) é algo bem raro.