terça-feira, 29 de junho de 2010

Os melhores filmes românticos

(sem ordem de preferência)

              
A Primeira Noite de um Homem (The Graduate, 1967)
Projeta uma visão cínica e ambígua do amor, mas é um dos melhores roteiros de todos os tempos, brilhantemente dirigido por Mike Nichols (Closer - Perto Demais), e tem a trilha sonora antológica de Simon and Garfunkel.




Tarde Demais para Esquecer (An Affair to Remember, 1957)
Segunda de três versões feitas para o cinema da história do homem e da mulher que se apaixonam num cruzeiro e marcam um encontro no topo do Empire State Building (onde a história dá uma reviravolta famosa). Um conto maravilhoso que jamais poderia acontecer agora que inventaram o celular.




A Filha de Ryan (Ryan's Daughter, 1970)
Super produção menos conhecida de David Lean (Lawrence da Arábia, Doutor Jivago), é uma história pessimista sobre infidelidade, mas é uma das produções mais lindas de todos os tempos e um show de cinema desde a sequência de créditos até o fim.





Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (Annie Hall, 1977)
Estava na lista das comédias e reaparece aqui Annie Hall, que não é exatamente um filme romântico, mas um filme sobre frustrações e desencontros amorosos (a maioria dos filmes dessa lista se você for ver são pessimistas - não é nenhuma preferência minha por histórias desse tipo; é que infelizmente é mais raro encontrar filmes otimistas que sejam igualmente inteligentes e artísticos). É também um catálogo de frases engraçadas de Woody Allen. Oscar de Melhor Filme.




O Segredo de Brokeback Mountain (Brokeback Mountain, 2005)
O fato de ser o único blockbuster gay do cinema torna ainda mais preciosa essa história de amor inesperadamente universal, incrivelmente bem atuada e dirigida por Ang Lee, que tem o poder de comover não apenas gays, mas pessoas de todas as orientações sexuais.





E o Vento Levou... (Gone With the Wind..., 1939)
São tantos filmes em 1 só que a parte romântica parece pequena perto de tudo. É uma trama complexa e bem arquitetada sobre o impacto da Guerra Civil no Sul, ainda assim Clark Gable e Vivien Leigh têm tempo de protagonizar um dos romances mais intensos e tempestuosos do cinema (o "Tema de Tara" é instantaneamente associado a romance e virou até o tema do casal Dona Florinda e Professor Girafales no Chaves). Ainda mantém o recorde de maior bilheteria de todos os tempos. Oscar de Melhor Filme.





Amor Sublime Amor (West Side Story, 1961)
Versão modernizada de Romeu e Julieta, que é menos fascinante pelo romance do que pela música de Leonard Bernstein, a coreografia de Jerome Robbins, a direção de Robert Wise... É um dos maiores musicais de Hollywood e meu guia pessoal de direção de cinema. Oscar de Melhor Filme.






Doutor Jivago (Doctor Zhivago, 1965)
Teria levado o Oscar de melhor filme se não fosse por A Noviça Rebelde que saiu no mesmo ano. Ainda assim é um dos filmes mais populares de todos os tempos e uma história de amor que encantou várias gerações (quantos casais nos anos 60/70 deram o nome da filha de Lara ou Larissa por causa desse filme - o que é ainda mais fascinante se você lembrar que Lara era a "outra" na relação).  




Casablanca (1942)
O clássico dos clássicos. Uma integração perfeita entre tema, trama, diálogos brilhantes, caracterizações, atores - ainda mais impressionante é o fato de não ser um filme de autor, e sim um produto do sistema de estúdio de Hollywood. Imortalizou a canção "As Time Goes By".





Titanic (1997)
Brilhante como narrativa, entretenimento e espetáculo visual. Acho que não tivemos um fenômeno parecido desde então - mesmo com Avatar superando sua bilheteria. Todo mundo já viu pelo menos 10 vezes então dispensa maiores comentários.



OUTROS ÓTIMOS ROMANCES:

A Dama das Camélias (Camille, 1936); O Morro dos Ventos Uivantes (Wuthering Heights, 1939); Desencanto (Brief Encounter, 1945); A Princesa e o Plebeu (Roman Holiday, 1953); Confidências à Meia-Noite (Pillow Talk, 1959); Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's, 1961); Nosso Amor de Ontem (The Way We Were, 1973); Manhattan (1979); A Mulher do Lado (La Femme d'à Côté, 1981); A Garota de Rosa Shocking (Pretty in Pink, 1986); Dirty Dancing (1987); Harry e Sally - Feitos Um para o Outro (When Harry Met Sally..., 1989); Ghost - Do Outro Lado da Vida (Ghost, 1990); Uma Linda Mulher (Pretty Woman, 1990); Sintonia de Amor (Sleepless in Seattle, 1993); As Pontes de Madison (The Bridges of Madison County, 1995); Melhor É Impossível (As Good as It Gets, 1997); O Casamento do Meu Melhor Amigo (My Best Friend's Wedding, 1997); Mensagem para Você (You've Got Mail, 1998); Um Lugar Chamado Notting Hill (Notting Hill, 1999); Antes do Pôr do Sol (Before Sunset, 2004); Diário de uma Paixão (The Notebook, 2004); Orgulho e Preconceito (Pride and Prejudice, 2005)

CONFIRA OUTRAS LISTAS:

Os melhores filmes de terror
Os melhores filmes de comédia
Os melhores filmes românticos
Os melhores filmes de ficção-científica
Os melhores piores filmes
Os melhores filmes de suspense
Os melhores musicais do cinema
As piores traduções de títulos
Os melhores filmes cult
Os melhores filmes brasileiros
Os melhores filmes de natal
Os melhores filmes gays
Os melhores filmes para a família

4 comentários:

Tiffany Noélli disse...

Você fez eu lembrar de um filme, q foi um dos primeiros de comédia romântica q assisti. A minha professora levou na escola na época para os alunos. A internet nem todo mundo tinha acesso em 1998. You've Got Mail é muito fofo, me supreendi vc lembrar dele. E sua lista de filmes, foi super bem escolhida. Excelente Cinéfilo Mr. Caio! rs... Bjão

Caio Amaral disse...

Valeu Tiffany... Pois é, adoro a dupla Tom e Meg... Um exemplo de química!! =)

Rodrigo E. disse...

Embora o filme não se classificasse nessa lista, um romance forte e está entre os que eu mais gosto é o da personagem da Eva Green com o Daniel Craig em Casino Royale.
E achei muito boa sua lista! Aproveitei pra pegar algumas dicas, ainda não assisti todos desses 10 em destaque.

Caio Amaral disse...

Oi Rodrigo.. Gostei bastante do Cassino Royale e lembro que o casal funcionava super bem, apesar do foco do filme não ser bem o relacionamento. Em breve pretendo atualizar e expandir essas listas, mas nessa de romances há muitos clássicos excelentes.. veja sim. Abs!!